jump to navigation

Liga UALD – 2000 – GSL x JC Maio 24, 2009

Posted by arbitro in Uncategorized.
trackback
Grupo Sportivo Loures x Juventude da Castanheira

Grupo Sportivo Loures x Juventude da Castanheira

No sábado dia 9 de Maio de 2009, a Escola de Futebol do G.S.Loures deslocou-se a mais uma actividade de futebol 5 da Liga UALD para atletas de 2000. Desta vez realizámos apenas um jogo com a equipa das Escolinhas de Futebol UALD da Castanheira.
Os Jogadores convocados compareceram todos à actividade, apesar de alguns terem chegado já muito perto das 10 horas. Começámos por perfilar, por cumprimentar a equipa adversária e de seguida os jogadores fizeram o grito entre eles no meio do campo. Depois na nossa equipa, os jogadores que chegaram primeiro ao campo tendo em conta as posições em que estão mais habituados a jogar começaram a jogar de início e os jogadores que chegaram um pouco depois, entraram mais tarde. O Daniel começou a G.R., o Filipe a Defesa, o Ivo a Médio esquerdo, o Ruben a Médio Direito e o Rafael a Médio-Centro/Avançado. Começámos o jogo um pouco desorganizados e aos 3 minutos tivemos um pequeno contratempo: 1 golo sofrido. Depois aos 8 minutos da 1ª parte o treinador substituiu o Ivo pelo Carlos Djaló e pouco depois este vai à linha e faz uma assistência para o Rafael encostar para a baliza. “Moche ao Rafael”. Aos 12 minutos entrou o Diogo Leitão pelo Ruben e o Fabinho pelo Rafael. No final da 1ª parte os nossos jogadores já todos tinham jogado +/- ¼ de jogo.
Ao intervalo, os jogadores ouviram individualmente o que tinham feito menos bem na 1ª parte e o que deveriam manter ou fazer melhor na 2ª parte, facto que melhorou um pouco o futebol praticado pelos nossos jogadores em termos ofensivos pois tentaram trocar mais a bola entre eles, desenhando e criando mais ocasiões flagrantes de finalização. Com esta qualidade de jogo, e com o refrescar da equipa fazendo as substituições a meio da 2ª parte trocando o Ivo pelo Carlos, o Fabinho pelo Rafael e o Diogo pelo Ruben, foi natural a forma como fizeram mais 1 moche. Pouco depois foi a vez do Humberto Filipe ter saído e o Ruben voltou a entrar para médio direito, tendo o Diogo Leitão recuado para a Defesa. No final do jogo, quando nos encontrávamos balanceados em mais uma das muitas situações de finalização, sofremos o golo do empate, facto que tornou o jogo emocionante até ao último segundo.
Podemos dizer que todos os jogadores se destacaram pela positiva, desde o Daniel Cândido que brilhou a Guarda-Redes com uma ou duas grandes defesas em cada parte, passando pelo Humberto Filipe e o Diogo que foram quase intransponíveis na defesa, ajudados pelos médios-alas Ruben Rodrigues, Ivo Costa e Carlos Djaló que fizeram várias assistências para os avançados, Fábio Dores e Rafael Casimiro tendo este 2º aproveitado duas óptimas assistências do Carlos Djaló para receber “moches”.
Em relação às bolas paradas, principalmente, cantos e lançamentos, os atletas tentaram fazer as jogadas treinadas e com a repetição das mesmas começaram a surgir os efeitos, criando várias ocasiões de golo a partir destes lances.
No final os nossos jogadores foram todos em fila e de mãos dadas agradecer ao público o apoio prestado e saíram todos satisfeitos pelo convívio que tiveram e pelo jogo que realizaram, tendo todos ajudado e contribuído para a boa prestação da equipa.
Em forma de conclusão, estes alunos portaram-se bastante bem neste jogo, mas deverão continuar a trabalhar nos treinos os seus níveis técnicos e tácticos em situações de jogo.
O Daniel Cândido, quando bate os pontapés de baliza, deverá tentar sair a jogar com os colegas das laterais, se estes não tiverem um opositor directo, caso contrário deverá colocar a bola nos colegas mais avançados. O Humberto Filipe e o Diogo Leitão após recuperarem a bola como defesas deverão tentar sair a jogar sem chutarem a bola para a frente para não a entregarem novamente aos adversários. Estes, em conjunto com o Ruben Rodrigues, o Carlos Djaló, o Ivo Costa e o Fábio Dores deverão também continuar a trabalhar a nível técnico e táctico, a perícia com a bola no pé, o passe e a recepção orientada, de forma a conseguirem inverter o sentido do jogo mais frequentemente quando as alas se encontram fechadas de um lado, invertendo o sentido do jogo, não perdendo a posse da bola. Os alas poderão ainda melhorar a técnica dos seus lançamentos, pois por vezes, com a pressa ainda surgem alguns erros nos lançamentos pisando a linha lateral ou levantando os pés do solo. O Rafael Casimiro deverá trabalhar para além de algumas situações tácticas como o posicionamento nos lançamentos, também os seus índices físicos, principalmente, a velocidade de execução e de deslocamento de forma a aliar estas capacidades à sua já bastante boa capacidade de passe.
Vamos continuar a trabalhar para evoluir-mos para nos próximos jogos podermos fazer mais “moches”!!!
Resultado do Convívio: GSL VS JC 2 – 2
Mister Paulo Fernandes

No final do jogo os adversários cumprimentaram-se.

No final do jogo os adversários cumprimentaram-se.

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: